Notícias


Segunda-feira, 26 de agosto de 2019

Salto completa 20 anos como Estância Turística

Divulgação/Prefeitura de Salto
Foto
Complexo da Cachoeira

A cidade de Salto completou, no dia 19 de agosto, 20 anos como Estância Turística, data em que o projeto de lei, 157/1995, de autoria do então deputado Sylvio Martini, foi aprovado na Assembleia Legislativa de São Paulo. A aprovação do Projeto foi acompanhada pelo prefeito Geraldo Garcia, que na época ocupava o cargo de vereador em Salto.

A data é significativa para a nossa cidade, uma vez que este é um título concedido pelo Governo do Estado de São Paulo a municípios que apresentem características turísticas e determinados requisitos como: condições de lazer, recreação, recursos naturais e culturais específicos.

Salto é uma cidade encantadora que oferece aos visitantes um produto turístico singular, onde a natureza e as raízes histórias do povo paulista se entrelaçaram, construindo aos olhos dos visitantes, paisagens diferenciadas que possibilitam diversas abordagens educativas e lúdicas em diferentes lugares aprazíveis para o descanso e lazer dos visitantes.

Os turistas que aqui chegam são surpreendidos pelos nossos atrativos naturais localizados ao longo do Rio Tietê e pelos belos conjuntos arquitetônicos construídos entre os séculos XIX e XX, que marcaram os primórdios da industrialização paulista.

Sem deixar de lado as raízes históricas, Salto se destaca pelas belezas naturais, parques e um potencial turístico que não para de crescer. A belíssima queda d’água do Rio Tietê, o Marco Zero da nossa cidade e a Igreja Matriz, a Ilha dos Amores, Memorial que traça a história do Rio, o Caminho das Esculturas, a centenária Ponte Pênsil que leva ao Parque Natural Ilha da Usina.

O Pavilhão das Artes, a vista do Mirante da Ponte Estaiada, o Parque das Lavras e o Monumento à Padroeira, Vila Operária, o Parque do Lago, a Praça XV de Novembro e a Estação do futuro Trem Republicano são exemplos do que o visitante pode encontrar na nossa cidade.

Dentre as exigências do Governo do Estado, os municípios devem dispor de infraestrutura e serviços dimensionados à atividade turística. Os municípios com este reconhecimento podem receber aportes financeiros específicos para incentivo ao turismo, por meio do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos (Dadetur).

Aliado a isso, Salto realizou no último ano a Revisão do Plano Diretor de Turismo, com uma metodologia inovadora, em parceria com o Senac, e que envolveu a participação de toda sociedade, com capacitação dos participantes com aulas teóricas e práticas. Os eixos abordados focaram no desenvolvimento participativo, cadeia produtiva do turismo, aquecimento de vários setores econômicos, geração de emprego e renda; além de ações e estratégias que nortearão o turismo da cidade nos próximos anos.

Hoje no Estado são 70 municípios que detém o título de Estância Turística, Balneária, Climática ou Hidromineral. 

Imagem
Facebook