Notícias


Quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Desfile dos Bonecões da Barra em Salto terá novos personagens

Divulgação/AI Salto
Foto
Novos bonecos se juntarão aos outros 20 foliões gigantes

O Carnaval de Salto deste ano trará dois novos personagens para o tradicional desfile dos Bonecões da Barra. Os novos bonecões se juntarão aos outros 20 foliões gigantes que desfilarão na avenida Dom Pedro II, no dia 11 de fevereiro, ao som das marchinhas entoadas pela União Musical Gomes Verdi. Além dos Bonecões, passam pela avenida blocos carnavalescos da cidade e a festa termina com show popular na Praça XV de Novembro, no Centro de Salto.

Os homenageados deste ano serão duas personalidades da televisão: os comunicadores Silvio Santos e José Abelardo Barbosa de Medeiros, mais conhecido como Chacrinha. A confecção desses personagens está a todo vapor, assim como a restauração de alguns bonecões mais antigos.

Os Bonecões da Barra contam com personalidades ilustres que permeiam o imaginário que vão de representantes da história saltense, artistas consagrados e celebridades do futebol; entre eles Urubatão, Chicão – Rei Momo, a atriz e humorista Dercy Gonçalves, e o jogador de futebol Neymar.

O Carnaval em Salto é promovido pela Prefeitura de Salto, por meio da Secretaria da Cultura e contará com o retorno dos desfiles das escolas de samba de Salto, além de matinês e shows artísticos para toda a família. Neste ano, o festejo ocorre de 9 a 13 fevereiro.

Sobre os homenageados

Silvio Santos é considerado um dos maiores comunicadores da televisão brasileira. Nascido no Rio de Janeiro, em 1930, o apresentador começou a trabalhar como camelô aos 14 anos. Iniciou sua carreira no rádio nos anos 1940, passou a ser apresentador de TV na década de 1950. Nas décadas seguintes, passou por diversas emissoras de rádio e televisão, onde já apresentava o “Programa do Silvio Santos”, que ficou marcado pela distribuição de prêmios, jogos e envolvimento com a plateia. No ar desde 1963, o Programa do Silvio Santos comemorou 54 anos de exibição em 2017, e é considerado o programa mais antigo da TV brasileira.

O Chacrinha foi um comunicador de rádio e televisão do Brasil, apresentador de programas de auditório de grande sucesso das décadas de 1950 a 1980. Em 2017, o comunicador completaria 100 anos. Desde a década de 1970 era chamado de Velho Guerreiro. Sempre bem-humorado, ficou conhecido por expressões como "Terezinha!", e que "Na televisão nada se cria, tudo se copia".

Sobre os Bonecões da Barra

Desde 1960, com curtos momentos de interrupção nos últimos vinte anos, os bonecões do Bloco da Barra constituem a principal marca do carnaval saltense de todos os tempos. A ideia de fazer um grupo de grandes bonecos para desfilar junto ao Bloco partiu de membros de uma antiga família saltense, os Jorge. Contudo, foi posta em prática por Álvaro Ribeiro, proprietário de uma carpintaria que funcionava num galpão nos fundos do antigo Hotel Brasil, cuja fachada ficava na Rua José Galvão, na Barra.

Álvaro, que faleceu em meados de 1990, durante trinta anos, de maneira ininterrupta, dedicou-se a criar bonecões nos meses que antecediam o carnaval. No carnaval de 1991, o primeiro após a morte de Álvaro Ribeiro, seu filho Francisco - popularmente conhecido por Tico Boca, também já falecido - teve a iniciativa de continuar a criar os bonecões para o desfile de rua, o que perdurou por algum tempo. Era intenção do descendente do precursor dos bonecões manter a prática, iniciada por seu pai, se não na família, ao menos no bairro.

Hoje, a tradição é mantida por iniciativa da Prefeitura de Salto, que contrata artistas especialmente para criar os bonecões, desde 2005.

Imagem
Facebook